As lentes que forjam nossas atitudes e nossas memórias

As lentes que compõe nosso olhar são compostas pelas experiências, emoções e pensamentos. São elas que forjam as nossas memórias.

Aquele Mantra de que “nós somos capazes de transformar a nós mesmos” parte desse princípio. Por que o mundo e as pessoas podem mudar várias vezes e nós podemos simplesmente nem perceber isso se, antes, não tivermos transformado nosso olhar para eles.


Mas essa transformação não acontece rapidamente, aliás… nem existe velocidade.

É o tempo da vida. Enquanto vivermos estaremos nos transformando, de um jeito ou de outro. Consciente ou não.


Antes de querer saber como organizar conversas difíceis com os pequenos, a respeito de morte, separação, mudanças, converse com você.


Se escute, sinta as emoções que cada palavra traz, encontre os caminhos de conforto e acolhimento naquilo que é falado e acredite em cada vírgula que você coloca nas suas frases.

É o mundo interno do adulto que alimenta o mundo interno da criança. Nós somos os tradutores da vida e não podemos nos ausentar desse papel que eleva a mentira ou o disfarça para a realidade.

As crianças precisam da nossa honestidade porque isso é margem. Coloque atenção nas suas palavras, busque ajuda com profissionais para construir o diálogo se for preciso.

Olhe para seu filho e saiba que mais importante do que saber o que está acontecendo, ele precisa sentir que vai ficar tudo bem.

Esteja presente ao ponto de entender os seus olhares mais do que as palavras, mais do que os gestos. Porque quando desligamos o piloto automático, um olhar basta.

Por isso, pratique o olhar como hábito diário e cuide das suas emoções, que muitas vezes falam mais alto e estabelecem a maneira como nossas crianças observam o mundo e se observam.


Você pode participar do nosso Fórum da Parentalidade, enviando sua história, dúvidas e desafios - clique aqui e participe.

Publicado em Parentalidade

**Eu mantenho uma pesquisa aberta para conhecer mais sobre você, quais temas você gostaria de saber e qual pergunta você gostaria de fazer. Você não precisa se identificar na pesquisa e não é pedido o seu email. Pode clicar aqui e muito obrigada por participar.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo